Na ocasião, o Papa também foi convidado para participar da inauguração do Barco Hospital, que deve acontecer em fevereiro de 2019 (Foto: Divulgação)

Um encontro realizado no Vaticano no último dia 5 de novembro reuniu nomes como o Frei Francisco Belotti (Fundador da Associação São Francisco de Assis), Frei Afonso e Dom Bernardo Johanes Bahlmann (Bispo Diocesano de Óbidos-PA), junto com o Papa Francisco. Eles levaram até a autoridade máxima da religião católica os planos do futuro Barco/Navio Hospital, que deve ser inaugurado em fevereiro de 2019. A embarcação inclusive deve receber o nome do pontífice.

O barco, foi um pedido do próprio Papa, em 2013, durante a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, durante o período em que ficou no Rio, o Papa visitou um hospital administrado pela associação, e em uma conversa com o Frei Francisco ele questionou se já estavam na Amazônia, a resposta foi “ainda não”. O Papa disse “Então devem ir.”

A partir de então iniciou-se a atuação da Associação no Norte do país. Em 2014 assumiu a direção da Santa Casa de Óbidos – PA e em 2015 um hospital construído por uma mineradora em Juruti-PA, ambos na margem do Rio Amazonas.

Pouco mais tarde recebeu um recurso do Ministério Público do Trabalho provindo de uma multa milionária aplicada a uma empresa em Paulínia-SP. O montante, cerca de 25 milhões, foi destinado a construção do Barco/Navio Hospital, que irá navegar pelo Rio Amazonas atendendo as comunidades ribeirinhas e cidades na beira do Rio Amazonas.

O Barco/Navio terá mais de 30 m de comprimento e contará com muitos serviços médicos, exames e centro cirúrgico. Será o mais completo do Brasil, segundo a própria Marinha Brasileira. O atendimento atingirá uma população de 800 mil pessoas.