Os investigadores da Delegacia de Polícia de Mirassol chegaram até a responsável pelo bebê que foi abandonado na madrugada da segunda-feira, 4 de fevereiro, em São José do Rio Preto. Segundo informações preliminares, os policias chegaram até a mulher após uma ligação anônima, durante a chamada a pessoa informou que suspeitava de uma moradora que estava grávida, após a criança nascer ela ouviu o choro da mesma alguns dias, porém desde que ficou sabendo sobre o ocorrido na cidade vizinha não estava ouvindo mais. Desconfiada, ela decidiu informar as autoridades.

Após essa ligação, a polícia se dirigiu até a casa informada, que fica no bairro Santa Cláudia, em Mirassol. No local, os polícias questionaram a mulher, que confessou ser a mãe da criança. Ela foi encaminhada até a Delegacia de Defesa da Mulher de Rio Preto, onde deve prestar depoimento.

O bebê foi encontrado pela Polícia Militar de Rio Preto, a criança, um menino de aproximadamente 15 dias, estava em uma cadeirinha bebê conforto, ao lado de uma lixeira na rua Dr. Raul de Carvalho, ao lado dela havia uma bolsa, com diversos itens voltados para cuidados com o neném. Ele foi encaminhado ao Hospital da Criança e Maternidade (HCM) de Rio Preto, seu quadro de saúde é estável e ele já recebeu alta da equipe médica.

A principal pista de que a responsável era de Mirassol foi a ligação informando sobre o paradeiro do bebê, que foi feita de um telefone público aqui da cidade, que fica aproximadamente 15 quilômetros de onde a criança estava.  Em breve mais informações sobre o caso.

Matéria atualizada