Filhotes de macacos-prego encontrados pela Polícia Ambiental (Foto: Divulgação)

Na noite da última quarta-feira (07), a Polícia Ambiental da região abordou um veículo na Washington Luís em São José do Rio Preto, e em seu interior encontraram quatro filhotes de macacos-prego sendo transportados em uma caixa pequena, sem água e alimentação. O carro era conduzido por um motorista e uma mulher, L.G.M., já conhecida dos meios policiais pela prática criminosa de traficar animais silvestres.

A mulher é moradora de Mirassol e já foi flagrada pelo Policiamento Ambiental sete vezes praticando o mesmo crime, só nesta última ocorrência, ela e o motorista foram autuados em R$ 28 mil, por transporte e maus-tratos de animais. Os pequenos macacos viajariam cerca de 6 horas para serem comercializados na Capital.

Estima-se que para cada animal retirado na natureza e colocado à venda, outros nove morrem nas mãos dos traficantes, vítimas do abuso e maus-tratos decorrentes da captura e transporte precários.

Em caso de suspeitas, você pode fazer uma denúncia anônima através do link:
http://bit.ly/DenuncieAmbiental