Uma mulher foi atropelada na manhã desta segunda-feira, 29 de julho, ao tentar atravessar a rodovia Washington Luís, no KM 452 – próximo a empresa Ramassol – sentido Mirassol/Rio Preto. O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local para prestar os primeiros socorros, mas devido a gravidade dos ferimentos ela não resistiu e morreu. A vítima não portava nenhum documento pessoal no momento dos fatos, por isso ela ainda não foi identificada.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual, uma caminhonete S10 trafegava sentido Mirassol – Rio Preto pela faixa da direita e por volta das 6 horas da manhã o motorista avistou uma pessoa caminhando na pista. Em depoimento, o condutor do veículo afirmou que estava em velocidade regular e que tentou dar luz alta para que a pessoa pudesse avistar o veículo, ele conta que já estava muito em cima e não conseguiu fazer o desvio. Com o impacto, a vítima foi arremessada para o canteiro central e morreu pouco tempo depois no local.

A perícia foi acionada e o corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), que deverá atestar o que a levou ao óbito. Segundo as descrições feitas pela PRE, a vítima aparentava ter por volta de 36 anos, ela tinha a pele negra e estava vestindo uma calça jeans azul, blusa branca e chinelos Havaianas cor-de-rosa. Investigadores da Polícia Civil que atuam em Mirassol estão tentando descobrir a identidade da mulher, bem como informações e contatos de algum familiar ou pessoa próxima.

De acordo com relatórios atualizados, divulgados pelo Infosiga, no mês de junho tiveram 130 mortes por atropelamento no estado de São Paulo. Nos últimos seis meses foram registrados 675 casos, sendo que idosos com mais de 60 anos de idade correspondem a uma em cada três vítimas de atropelamentos.