Munições foram apreendidas pela CAEP (Foto: divulgação PM)

Uma mulher foi detida em Mirassol por guardar em sua residência mais de 400 munições de diversos calibres, sem autorização. Segundo informações divulgadas pelo 52º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI), ela foi presa em flagrante pela Companhia de Ações especiais da PM (CAEP) com 457 balas, incluindo armamento de uso restrito das forças armadas, dentre eles calibres 762, 223, .45, .44, .32, .28, .20.

A Moradora do bairro Nossa Senhora Aparecida, R.S.M. deverá responder pelo crime com base no artigo 16 da Lei 10.826/03. A lei prevê uma pena de reclusão de até três anos, além de multa. Ela pagou fiança no valor de R$ 800 e foi liberada, devendo responder em liberdade.

A infratora foi ouvida na Delegacia de Polícia de Mirassol e não quis revelar o verdadeiro proprietário do armamento. As balas devem passar por exame de balística que deverá identificar se alguma delas já foi utilizada em algum crime que ocorreu.

Leia mais: Mirassolense Priscilla Canhoto desfilará como musa da Gaviões no Carnaval

Leia mais: Três pessoas são detidas por tráfico de drogas no bairro São Bernardo

Leia mais: Ocorrências por estupro crescem cerca de 40% em um ano em Mirassol

Leia mais: Mirassol fecha os últimos 10 anos com apenas 114 novas vagas de emprego