Os trotes em ligações para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Mirassol podem começar a gerar penalidades. Um dos projetos de lei apresentados na pauta da 25ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, no último dia 05, quer responsabilizar os autores com advertências e até mesmo multas.

Segundo o texto do Projeto de Lei nº 65/2019, de autoria do vereador Sérgio Leiteiro, serão considerados trotes quaisquer ligações com a constatação da inexistência do fato informado. As advertências serão formais e, em caso de reincidência, serão aplicadas multas para os responsáveis de linhas fixas os móveis.

Um dos objetivos desse projeto é coibir as falsas comunicações de emergências, o que atrapalha o socorro a situações verdadeiras. O documento, após apresentação na pauta, segue para estudos das comissões internas e da Assessoria Jurídica, podendo ser colocado em votação nas próximas sessões.

Trotes para o SAMU poderão render até multa em Mirassol (Foto: Divulgação/Internet)