Um projeto apresentado nesta semana na Câmara de Vereadores quer individualizar os medidores de água de prédios e condomínios de Mirassol, o que deve garantir que os consumos registrados fiquem restritos a cada apartamento ou imóvel.

Segundo o Projeto de Lei nº 30/2019, que é de autoria do vereador e presidente Marcão Alves, o objetivo é contribuir com os munícipes mais econômicos e que pagam as contas em dia. Atualmente, como os hidrômetros – equipamento que faz a medição da água – são coletivos, há um alto índice de inadimplência de condomínios com a empresa concessionária dos serviços de água e esgoto, o que prejudica todos os moradores desses locais.

Marcão fez uma visita técnica na cidade de São Carlos no último sábado (06) (Foto: Divulgação)

A troca por hidrômetros individuais foi observada recentemente em São Carlos, cidade onde o presidente Marcão fez uma visita técnica, no último sábado (06). Com o auxílio de um profissional da empresa concessionária local, recebeu informações práticas que podem solucionar o problema em Mirassol.

Como justificativa do projeto, o presidente diz que busca trazer maior justiça social aos moradores que não possuem hidrômetro individual em suas residências. E sem o equipamento, acabam pagando pelo consumo que não tiveram e até ficando sem o abastecimento de água em situações de corte, por inadimplência, em hidrômetro coletivo.

O projeto, que entrou na pauta da 10ª Sessão Ordinária, no dia 08, está agora em análise nas Comissões internas e na Assessoria Jurídica. Recebendo pareceres favoráveis, o mérito deverá ser apreciado e votado em breve pelos vereadores.