Porção de bolinho de costela – atração do Santo Arco durante o Comida di Buteco 2019 (Foto: Divulgação)

 

Faltam muito pouco para o público conhecer os vencedores do Comida di Buteco 2019 – Rio Preto, o anúncio está previsto para ser realizado nesta quarta-feira, 5 de junho. O coquetel de premiação acontece no shopping Iguatemi, no espaço Food Garden. O primeiro colocado, além do título de campeão, vai disputar a etapa nacional do concurso com bares campeões de todo o Brasil.

Neste ano, o concurso aconteceu entre 12 de abril e 5 de maio e teve a participação de 15 bares, três deles de Mirassol: Santo Arco, Chimboca Bar e Espetaria Dallas. Em sua 20ª edição, o Comida di Buteco trouxe como novidade o valor do petisco: todos os pratos concorrentes foram vendidos a preço único de R$ 20.

O concurso tem como missão transformar vidas por meio da cozinha raiz. Os concorrentes são estabelecimentos onde os proprietários estão à frente do negócio, não pertencendo a redes ou franquias. Têm a identidade do dono e, muitas vezes, funcionam como extensão de suas casas e envolvem outras pessoas da família.

O Bar do Magrão, um dos veteranos da competição, afirma que o Comida di Buteco foi muito importante para o bar. “O concurso mudou minha vida. Por conta dele aumentou o público e o bar se tornou ponto de encontro até para pessoas de fora de Rio Preto. Se não fosse pelo Comida di Buteco, não teríamos chegado a esse patamar.”

Durante o concurso, chega a dobrar o movimento nos estabelecimentos. Um dos beneficiados foi o Bendito Botequim. “Antes estava muito parado, com pouco movimento, o que era ruim para o negócio. Com o Comida di Buteco, isso melhorou muito. Dobraram as vendas”, afirma Rodrigo Lacerda, proprietário do Bendito Botequim.

Segundo a proprietária do Farofa Butiquim, Daniele Singolan, o Comida di Buteco é importante para aferir a excelência do bar. “Durante o concurso, nós temos a oportunidade de saber a opinião das pessoas sobre nossa comida, nosso bar e o que podemos melhorar. Isso é fundamental, pois, dessa forma, a gente tende a melhorar cada vez mais. E proporciona que outras pessoas nos conheçam, pessoas que nunca tinham ido ao Farofa nos descobriram durante o concurso e se tornaram clientes”, complementa.

O Comida di Buteco também abriu novas oportunidades de trabalho. No Buteko do Fidélis, o aumento no número de clientes foi de 40%, o que gerou uma demanda por mais contratações. “Além de melhorar nossas vendas, a grande vantagem desse aumento foi poder contratar mais funcionários. Têm várias pessoas que chegam ao bar e comentam que nos viram na TV. Isso tudo é muito gratificante”, afirma Fidélis, proprietário do bar.

O Comida di Buteco teve origem em 2000, na cidade de Belo Horizonte, e atualmente ocorre em 21 cidades brasileiras simultaneamente, elegendo desde 2016 também o melhor buteco do Brasil. Além de ser o primeiro concurso do gênero, também demarcou abril como o mês do “buteco” no País.