Complexo Funfarme inicia vacinação de seus colaboradores contra a Covid-19 (foto: divulgação)

 

O Complexo Funfarme iniciou, na manhã desta terça-feira, 19, a vacinação de seus colaboradores contra a Covid-19. Na primeira etapa serão vacinados aproximadamente 1.200 profissionais que atuam na linha de frente das unidades de atendimento às pacientes com Covid-19 dos Hospital de Base (HB) e Hospital da Criança e Maternidade (HCM).

O governador do Estado, João Dória, o prefeito Edinho Araújo e o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, acompanharam o início da imunização, no Centro de Convenções da Famerp.

A primeira colaboradora imunizada foi a enfermeira Prisciani Batista. Colaboradora da instituição há 12 anos, atua na linha de frente Covid desde o início da pandemia. Por segurança, ela optou por se isolar da família, pois tem uma irmã especial e a mãe tem neuropatia diabética. Prisciane somente vê o filho de 10 anos aos finais de semana. Mesmo adotando todas as normas de segurança e tomando todos os cuidados, ainda sim ela tem receio de transmitir algo para família.

A enfermeira disse estar emocionada e lisonjeada por ser a primeira profissional imunizada do complexo Funfarme. “A vacina é fundamental para salvar vidas, reduzir a transmissão da doença, a gravidade dos pacientes e desafogar os hospitais”, disse Prisciani. Ela ressalta, no entanto, que a população precisa continuar adotando as ações de segurança e o distanciamento social.

A segunda colaboradora imunizada foi a Dra. Maura Cristina Negreli, intensivista pediátrica, 27 anos de HCM (Hospital da Criança e Maternidade), que também atua na linha de frente desde o início da pandemia. Como milhões de profissionais de saúde no Brasil, a médica teve que abrir mão do contato com a família. “Não vejo meu pai idoso desde o início da pandemia”, revela.

Após ser imunização, Dra. Maura disse: “Estou muito feliz pelo reconhecimento. Vacina salva vidas, é esperança. Continuem usando máscaras e protegendo a todos, as crianças inclusive”, afirmou a médica.

A meta da instituição é vacinar, até o dia 25 de janeiro, aproximadamente 1.600 profissionais que atuam na fundação e a expectativa é que todos os colaboradores estejam vacinados até o final de fevereiro.

Prefeitos da região e dos deputados Carlão Pignatari e Itamar Borges também acompanharam a imunização dos primeiros colaboradores da Fufarme.

As 7.000 doses da CoronaVac, imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinovac, foram entregues na noite desta segunda-feira, dia 18, ao Complexo Funfarme. A medicação veio de São Paulo em caminhão refrigerado e escoltado pela Polícia Militar.