Bombeiro controlando um incêndio (Foto: Governo de São Paulo)

A Defesa Civil do Estado divulgou um alerta na última semana afirmando que entre sábado (18) e terça-feira (21), as temperaturas tendem a subir gradativamente, com momentos de calor intenso em todo o Estado de São Paulo, com exceção do litoral, onde as previsões não indicam temperaturas elevadas para a região.

O destaque para as altas temperaturas estão nas regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, onde as máximas ficarão entre 38 e 41º C. Em Mirassol, a temperatura pode chegar a 40ºC nesta terça, 21 de setembro.

A ausência da previsão de chuvas nos próximos dias, associada ao calor intenso, manterá a umidade relativa do ar bem baixa, aumentando consideravelmente o risco de incêndios florestais, assim como temos visto nas últimas semanas no território paulista.

As maiores concentrações de focos de incêndio em coberturas vegetais estão nas regiões metropolitana de São Paulo, centro-oeste e noroeste do Estado, sendo que, em alguns casos, devido a intensidade e rápida propagação do fogo, faz-se necessário combate por meio de aeronaves de asa-rotativa ou de asa-fixa, durando, por vezes, dias para sua extinção.

Estudos apontam que a maior parte dos incêndios florestais são causados pelo homem, de maneira acidental ou intencional, sendo as causas mais comuns:

  • Queimada para limpeza de terreno ou destruição de lixo;
  • Cigarros descartados acesos às margens de rodovias;
  • Soltura de balões, que além de ser crime, estudos apontam que a cada três balões postos no ar, dois caem acesos

Para combater esse tipo de ação, a Defesa Civil reforça a necessidade de conscientização de toda a população, a fim de que tais ocorrências sejam evitadas, e até mesmo denunciadas para a Polícia Militar (190) ou Disque Denúncias (181).

Caso uma pessoa se depare com algum foco de incêndio, deverá acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros (193) ou a Defesa Civil (199). Não é recomendado que uma pessoa, sem treinamento e equipamentos necessários, tente apagar o incêndio, pois ela corre o risco de se ferir durante a ação.