Escola Municipal Wilson Paschoal (Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Mirassol)

A lei que determina a substituição dos tradicionais alarmes e sirenes por sinaleiros musicais nas escolas de Mirassol foi sancionada, a medida é válida tanto para as instituições das redes de ensino público e privada.

A iniciativa para esse projeto de lei teve como autor o vereador Nando Nogueira e havia sido aprovada primeiramente na Câmara de Mirassol, no dia 27 de junho. Agora foi a vez do Executivo Municipal apoiar a nova legislação, garantindo que a lei fosse sancionada, na segunda-feira, 1º de agosto.

A Lei Municipal nº 4605/2022 tem como objetivo diminuir os altos ruídos provocados pelas sirenes, que causam grandes incômodos auditivos, especialmente para crianças com Transtorno Espectro Autista. A maioria dos autistas possui alta sensibilidade a barulhos, o que pode ser gatilho para crises de pânico, agressividade e outros danos à criança.