João Máximo (foto: arquivo pessoal)

O Mirassol Futebol Clube publicou em sua página oficial do Facebook uma nota de falecimento, lamentando a morte do morador João Carlos Máximo, aos 72 anos.

O homem trabalhou como porteiro no estádio José Maria de Campos Maia por mais de 20 anos.

Nas redes sociais, o cunhado de João comunicou sobre a morte dele, informando que ele foi mais uma vítima da covid-19.