A Prefeitura de Mirassol, por meio do Departamento Municipal de Saúde (DMS), já aplicou 24.262 doses da vacina contra o novo coronavírus, ou seja, 40,23% da população mirassolense, sendo que 16.943 (28,09%) munícipes já foram imunizados com a 1ª dose e 7.319 (12,14%) com a 2ª dose. Entre segunda (07) e quarta-feira (09) foram vacinados 629 pessoas com a 1ª dose e 78 com a 2ª. A vacinação volta a ser realizada na quinta-feira (10) das 8 às 16 horas no Postão, quando terá sequência o atendimento ao grupo de 18 a 29 anos com comorbidades e com deficiência permanente (BPC).

O Governador João Dória anunciou nesta quarta (09) que o calendário de vacinação contra o coronavírus em São Paulo será antecipado em 15 dias para todos os públicos fora dos grupos prioritários. Com a medida, a campanha para a população em geral começa já no próximo dia 16 (quarta-feira), para o grupo com idade entre 55 e 59 anos.

Com o cronograma antecipado, a nova meta do Governo de São Paulo é vacinar toda a população do estado com 18 anos ou mais até o dia 18 de outubro. A projeção se baseia na estimativa de entregas de vacinas do Ministério da Saúde e considera o início do esquema vacinal, que é composto por duas doses dos imunizantes disponíveis no Brasil.

Em agosto, a campanha se amplia para as pessoas a partir de 49 anos de idade, beneficiando progressivamente até as de 35 anos. Já em setembro, a imunização passa a atender a população com idade a partir de 34 anos, estendendo-se até o dia 18 de outubro até a faixa etária de 18 anos (veja o resumo do calendário abaixo do texto). Vale ressaltar com o calendário pode sofrer alterações, devido ao envio das vacinas para Mirassol. “Por isso é importante acompanhar sempre as informações pelo site da Prefeitura de Mirassol – www.mirassol.sp.gov.br – ou pelas nossas redes sociais”, disse o diretor do Departamento Municipal de Saúde, Frank Hulder de Oliveira.

Cláudia Bahia, 38 anos, recebe a 1ª dose da vacina contra o novo coronavírus.

Vacina Já
O pré-cadastro no site Vacina Já ( www.vacinaja.com.br ) é recomendado para todos os públicos incluídos no calendário do PEI e economiza até 90% no tempo de atendimento nos postos de vacinação.

O preenchimento antecipado não é obrigatório, mas facilita o trabalho dos profissionais de saúde e também reduz as chances de aglomeração nos pontos de aplicação das vacinas contra a COVID-19.