Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Quando um idoso apresenta perda de memória, desorientação, lentidão nas respostas, as pessoas já acham que é demência e que a pessoa tem Alzheimer. Porém, ter demência não significa que seja Alzheimer. Por isso, no Mês Mundial do Alzheimer, especialistas alertam sobre a necessidade dos familiares ficarem atentos aos sintomas e procurarem um médico para o diagnóstico preciso e, com isso, definir qual o tratamento mais adequado ao paciente.

Ainda há muitas dúvidas sobre demência e Alzheimer. O Alzheimer é um tipo de demência e o seu diagnóstico, além de clínico, é feito por meio de exame de imagem, podendo inclusive o paciente ser avaliado por uma equipe multiprofissional, como psicólogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta e geriatra. Os sintomas que mais chamam atenção são o problema de memória e a dificuldade de adquirir novos conhecimentos, que com o passar do tempo estes sintomas vão se agravando.

“Os melhores resultados dependem do diagnóstico e o início precoce do tratamento”, disse Dr. Fábio de Nazaré Oliveira, neurologista.

O Ambulatório Geral e de Especialidades do Hospital de Base conta com equipes multidisciplinares, da Neurologia e da Geriatria, que realizam atendimentos para o diagnóstico da doença. O paciente é atendido via encaminhamento médico e a consulta é agendada por meio do sistema de regulação de vagas do Estado de São Paulo. O Ambulatório atende pacientes de mais de 100 municípios da região de Rio Preto, além das regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos e Presidente Prudente.

 

Ambulatório Geral e de Especialidades do Hospital de Base

 

Endereço

Rua Antonio de Godoy, 5600, São José do Rio Preto/SP

Telefone: (17) 3201-5082

Horário de funcionamento

Segunda a quinta, das 06:30 ás 17h

Sextas, das 06:30 ás 16h