Duas pessoas foram detidas em flagrante na última quarta-feira, 9 de junho, transportando dois filhotes de macacos-prego. A Polícia Ambiental conseguiu impedir a ação dos criminosos após receber uma denúncia anônima sobre um possível transporte irregular de animais silvestres.

Em conjunto com a polícia rodoviária, os policiais abordaram o veículo na rodovia Washington Luís (SP-310), em Catanduva-SP e durante revista no carro encontraram os filhotes dentro do porta-luvas, em condições insalubres.

Os animais foram apreendidos e entregues ao Bosque Municipal de São José do Rio Preto, onde passaram por avaliação dos veterinários. Posteriormente eles serão reintroduzidos ao habitat natural.

De acordo com a Polícia Ambiental, os dois autuados se tratam de um homem e uma mulher, sendo que ela já é conhecida pelos policiais pela prática do mesmo crime. Os autuados não informaram durante a abordagem qual seria o destino final dos animais.

Eles irão responder por dois crimes: “Transporte Irregular de Animais Silvestres”, conforme o artigo 29 da Lei 9605/98, com pena de detenção de seis meses a um ano, e multa e por “Maus Tratos”, conforme o artigo 32, da Lei Nº 9605/98, com pena de detenção, de três meses a um ano, e multa.