Desde ontem, 28 de julho, circula pelo Whatsapp um áudio alarmante sobre a situação do novo coronavírus em Mirassol. O conteúdo foi gravado pelo morador Marco Fanelli e afirma que a situação na cidade está fora de controle, o munícipe pede ainda que a população fique em casa e que só procure a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) caso esteja precisando muito. O morador acusa a Prefeitura de omitir dados relacionados à Covid-19 e por este motivo, a Prefeitura de Mirassol emitiu no mesmo dia uma nota de esclarecimento.  

Segundo o comunicado, a administração municipal repudia e chama as declarações de infundadas e desprovidas de qualquer veracidade. Ainda de acordo com o texto, não existe possibilidade de a Prefeitura omitir informações, pois cada resultado de exame é automaticamente informado ao Estado e, consequentemente ao Governo Federal.

“No áudio, a pessoa afirma que a Prefeitura esconde dados e mente para a população em relação às informações sobre o Coronavírus. Porém, é fácil identificar que é essa pessoa que mente, já que todos os dados relacionados à Covid-19 são tratados pelo município com extrema fidelidade e podem ser consultados por qualquer pessoa nas redes sociais da Prefeitura, bem como no site da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde. Tais informações são passadas pelo Estado ao município, portanto, os dados não são produzidos pela Prefeitura, mas apenas divulgados à população”, diz trecho da nota.

Outro assunto levantado na mensagem de voz é que no último sábado (25) uma única médica teria atendido 15 pacientes com Covid-19, fato que a Prefeitura também nega. De acordo com o executivo, por mais experiente que seja o profissional, é impossível e fora dos protocolos médicos que o diagnóstico seja confirmado sem a realização de exames laboratoriais validados por instituições autorizadas pelo Estado.

Por último, Fanelli aborda sobre os 200 atendimentos realizados em um único dia (27) na UPA, fato confirmado pelo município que acrescenta que tratam-se de números sazonais e variáveis no dia, semana e mês, englobando pacientes com os mais diversos problemas, não tendo nenhuma ligação exclusiva com o Coronavírus.

“Apesar disso, é preciso ressaltar que, por se tratar de uma unidade de pronto atendimento, a população deve ir ao local apenas em situações de emergência ou urgência para evitar ao máximo os riscos de transmissão do vírus.

Além disso, é imprescindível que a pessoa que for orientada pelas autoridades em saúde a permanecer em quarentena cumpra tal orientação, evite sair de casa e em nenhuma hipótese realize festas, churrascos ou qualquer outro evento em sua casa”, diz outro trecho da nota.

Confira a nota de esclarecimento completa emitida pela Prefeitura de Mirassol:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura de Mirassol esclarece que tem conduzido o combate ao Coronavírus com o máximo de responsabilidade e eficiência que a situação requer e que, desde o início da pandemia, agiu com o rigor técnico e científico que a situação exigia e continua exigindo do chefe do Executivo e do comitê gestor que avalia e decide ações a serem implementadas para conter a disseminação do vírus.

A administração repudia as declarações infundadas e desprovidas de qualquer veracidade feitas por uma pessoa que tem compartilhado mentiras, por meio de um aplicativo de mensagem e, assim, feito com que o pânico seja propagado entre a população, causando graves consequências que podem ser tão ruins quanto o Coronavírus.

No áudio, a pessoa afirma que a Prefeitura esconde dados e mente para a população em relação às informações sobre o Coronavírus. Porém, é fácil identificar que é essa pessoa que mente, já que todos os dados relacionados à Covid-19 são tratados pelo município com extrema fidelidade e podem ser consultados por qualquer pessoa nas redes sociais da Prefeitura, bem como no site da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde. Tais informações são passadas pelo Estado ao município, portanto, os dados não são produzidos pela Prefeitura, mas apenas divulgados à população.

Não há nenhuma possibilidade de omissão de informações, pois cada resultado de exame é automaticamente informado ao Estado, e consequentemente, ao Governo Federal.

Outra mentira transmitida pela pessoa que presta um desserviço aos mirassolenses é de que no último sábado (25), uma médica da UPA teria atendido 15 pacientes com Covid-19. Por mais experiente que seja o profissional, é impossível e fora dos protocolos médicos que o diagnóstico seja confirmado sem a realização de exames laboratoriais validados por instituições autorizadas pelo Estado.

Sobre os 200 atendimentos feitos, ontem (27), tratam-se de números sazonais e variáveis no dia, semana e mês, englobando pacientes com os mais diversos problemas, não tendo nenhuma ligação exclusiva com o Coronavírus. Apesar disso, é preciso ressaltar que, por se tratar de uma unidade de pronto atendimento, a população deve ir ao local apenas em situações de emergência ou urgência para evitar ao máximo os riscos de transmissão do vírus.

Além disso, é imprescindível que a pessoa que for orientada pelas autoridades em saúde a permanecer em quarentena cumpra tal orientação, evite sair de casa e em nenhuma hipótese realize festas, churrascos ou qualquer outro evento em sua casa.

Vale ressaltar ainda que mesmo que não tenha os sintomas do Coronavírus, mas esteja com sintomas gripais e, após atendimento médico, seja orientada a cumprir a quarentena, é preciso que essa orientação seja seguida rigorosamente. Isso é um ato de responsabilidade consigo e com a população.

A administração reafirma o seu compromisso com a prevenção e a garantia da saúde da população e reforça que tem adotado todas as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde municipais, estaduais e federais e agido dentro do seu estrito cumprimento de dever legal.

Cabe também a população se conscientizar de que a batalha contra o Coronavírus somente será vencida com a união de esforços com o Poder Público. É de extrema importância que todos mantenham a higienização constante com álcool em gel 70%, faça uso de máscara e leve a sério o isolamento social. Somente assim será possível frear a propagação do vírus.

Outra arma para vencer o Coronavírus é não acreditar em tudo o que se ouve se lê e não compartilhar informações mentirosas e caluniadoras como a que está sendo transmitida pelo autor do áudio que sempre teve como objetivo causar pânico na população, atacar as pessoas e propagar mentiras sobre os mais variados assuntos.