O projeto social sem fins lucrativos desenvolvido pelo artista Fernandinho Cruz, irá formar a primeira turma de jovens no próximo sábado, 11 de setembro. O programa visa promover e lançar os jovens artistas da periferia para o mundo do Funk, Trap e Rap.

Combatendo a desigualdade social através da arte, o projeto também oferece oficinas artísticas de ética, moral, civismo e cidadania. A faixa-etária média dos jovens presentes no projeto é de 16 a 30 anos.

A primeira turma que irá se formar é composta por 16 jovens, todos da periferia de Mirassol. Entre eles está João Victor, ele conta que conhecer o projeto foi a melhor coisa que poderia ter acontecido.

“Eu tô achando a melhor coisa que aconteceu nesses últimos tempos, porque faz uma caminhada já que a gente tá batendo nessa tecla de artista e tinha dado um desânimo há um tempo atrás” relata João Victor.

Para participar do projeto, é necessário realizar aulas de pelo menos uma das oficinas oferecidas, são elas: Iniciação da Psicologia ou Iniciação da Filosofia e Sociologia. De acordo com Fernando Cruz, que é o idealizador do projeto, estas matérias contribuem para o comportamento ético e moral dos jovens.

A formatura acontecerá em formato de live, pelas plataformas do projeto.