A Rádio Educativa Rio Preto FM 106,7 apresentará todas as terças-feiras de Julho (06/07,13/07, 20/07 e 27/07) sempre às 22h, e com reprise aos domingos 22h, uma série de programas em homenagem ao músico riopretense Paulo Moura, que a partir deste ano sua data de nascimento, 15/07, passa ser oficialmente o Dia Municipal do Choro. (LEI No 13.732 DE 13 DE MAIO DE 2021)

A lei foi proposta pelo vereador Paulo Paulera e sancionada pelo Prefeito em 13 de maio de 2021.

Os 04 programas, apresentados pelo radialista Darcio do Valle, contará com a presença do convidado Paulo Casale, músico e pesquisador da obra de Paulo Moura.

Casale, além de comentar as músicas que farão parte do programa, contará fatos da vida e obra do Paulo Moura, como por exemplo o fato de que Paulo Moura participou do concerto inaugural da Bossa Nova no Carnegie Hall em 1962 integrando o grupo Bossa Rio Sexteto de Sérgio Mendes. Esse concerto ficou muito conhecido pois foi o concerto que apresentou a Bossa Nova para o Mundo. Na ocasião, Paulo conheceu o jazzista norte-americano Canonball Aderley – uma das maiores referências do jazz – e com quem depois viria a participar em um de seus discos.

Ou ainda outro fato. Paulo Moura inaugurou a casa de shows no Canecão no RJ com sua orquestra que acompanhava a cantora Maysa na ocasião. Esta apresentação está registrada no disco Canecão Apresenta Maysa.

Paulo Moura, músico (clarinetista e saxofonista), compositor, arranjador, maestro, nascido em Rio Preto em 15 de julho de 1932, foi descrito pelo crítico musical Zuza Homem de Mello como “a expressão máxima da música instrumental brasileira”.

Deixou um obra de mais de 40 discos autorais, além de participações em inúmeros discos de outros artistas, como por exemplo Milton Nascimento, Elis Regina, Egberto Gismonti, Marisa Monte entre outros

Participou dos mais prestigiados festivais de jazz ao redor do mundo como os festivais de Montreux, de Israel, de Berlim, o Free Jazz Festival, o Festival de Arte Negra na Nigéria, e nas principais salas de concerto como o Le Zenith em Paris e o Lincoln Center em Nova Iorque.

Transitou com a mesma desenvoltura e virtuosidade pela música popular e pela música erudita, sendo, de 1959 a 1978, o primeiro Clarinete da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, sendo inclusive regido pelo por Leonard Bernstein.

É sem dúvidas um dos mais importantes artistas brasileiros.

Paulo Casale, é músico saxofonista, e atualmente pesquisador da obra de Paulo Moura.

Integrou nos anos 80 e 90 a Banda Municipal de Rio Preto, na época regida por Mario Peres, e a Orquestra Sinfônica Municipal regida por José de Souto Cirne.

É graduado em Letras pela UNESP Rio Preto com especializações em Financiamento e Economia da Cultura pela Universidade Dauphine de Paris e Administração de Projetos pela FIA/USP.

Estudou música com o riopretense Jurandir Passoni e depois com Nailor Proveta Azevedo e Paulo Maia.

Em 2018 apresentou no Teatro Municipal Paulo Moura, como parte das comemorações do aniversário da cidade, o show Tributo a Paulo Moura, sendo o primeiro artista a apresentar um concerto em homenagem a Paulo Moura no teatro que leva seu nome.

Em 2019 participou do projeto A Música de Paulo Moura contemplado no edital Nelson Seixas da Secretaria de Cultura de São José do Rio Preto em 2020.

Serviço:

Rádio Educativa Rio Preto FM 106,7

Programa Especial em Homenagem a Paulo Moura

Todas as terças de Julho às 22h – Dias 06/07,13/07, 20/07 e 27/07

Reprise aos domingos 22h

Apresentação Darcio do Valle

Convidado Paulo Casale

para ouvir acesse

https://www.riopreto.sp.gov.br/educativafm/