O viaduto Alcebíades Antunes (o pontilhão do Beija-flor), foi uma obra executada e entregue pela empresa Rumo no dia 11 de dezembro de 2018, custou aproximadamente R$ 7 milhões e foi bancada pela própria concessionária. Contudo, na época, um item essencial não foi entregue junto com a obra: a iluminação pública do local. Hoje, quase dois anos depois, a ponte continua sem iluminação e sem uma definição de quando isso pode acontecer.

A ausência de iluminação no local já foi motivo de requerimentos na Câmara de Vereadores, já foi tema de reportagens nas emissoras de TV da região, alvo de muita reclamação por parte de motoristas e moradores da região do viaduto e também já apareceu em matérias aqui no Mirassol Conectada.

Em outubro de 2019 noticiamos que o viaduto estava prestes a completar um ano de obra sem a tal iluminação. Na época, a prefeitura se manifestou dizendo que “a responsabilidade pela iluminação do espaço era da empresa RUMO, a mesma que construiu o viaduto na região”.

Antes de publicar essa reportagem, entramos em contato novamente com a empresa Rumo e com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Mirassol no último dia 1º de outubro. Dá concessionária tivemos uma resposta, da Prefeitura ainda não.

A Rumo voltou a afirmar que realizou todas as obras necessárias e que entregou o viaduto conforme foi estabelecido entre as partes. A empresa diz que mantém diálogo com a prefeitura para colaborar com o que estiver dentro de suas possibilidades, mas ressaltou que as questões que envolvem iluminação pública em vias é uma competência da administração municipal.

“A Rumo esclarece que realizou todas as obras necessárias e entregou o viaduto do Beija-flor conforme estabelecido entre as partes. A empresa mantém diálogo junto à prefeitura de Mirassol com o intuito de colaborar com o que estiver dentro de suas possibilidades, mas questões relativas a iluminação pública em vias, competem a administração municipal” – disse a empresa através de uma nota à imprensa.

Em entrevista ao programa Pinga Fogo da TS Rádio, no dia 7 de setembro de 2019, o Prefeito André Vieira e o vice Tiago Rodrigues, disseram que um projeto de iluminação em LED para a ponte estava pronto, aguardando apenas trâmites burocráticos em relação a renovação da concessão da malha paulista.

“Nós estamos com o projeto pronto, justamente para gente resolver essa situação, que merece um destaque: a obra é perfeita, é maravilhosa, não tivemos nenhum incidente e nenhum acidente por conta da iluminação até hoje (07.09.19), nós temos que agradecer a empresa Mazucca, que presta o serviço de iluminação no município, eles dobraram e triplicaram em alguns pontos a iluminação próximo ao local. Então, ela não está do jeito que estão tentando dizer, tirar o brilho dessa ponte, vamos anunciar aqui de ante mão, que tem um projeto fantástico de iluminação, inclusive com LED, que está sendo finalizado, essa obra não saiu ainda porque estamos aguardando a finalização da concessão da malha paulista, que seria a renovação ou com a RUMO ou uma nova (empresa) vencedora, solicitamos o pedido, eles pediram para nós aguardarmos, mas teremos novidades em breve, deixando a oposição com um pouco mais de dor de cotovelo” – disse o prefeito André Vieira na época em entrevista ao jornalista Luís Carlos Fonseca.

A renovação do contrato de concessão da Rumo com a malha paulista foi acordada neste ano entre a empresa e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A concessão, que antes venceria em 2028, agora deve ser estendida até 2058.

Após a publicação da reportagem, a primeira dama Luana Vieira entrou em contato com o Mirassol Conectada, informando que a iluminação do viaduto começou nesta segunda-feira (5). De acordo com informações da mesma, o contrato estava em fase de formalização para emissão da Ordem do Serviço e os maquinários devem chegar ao local amanhã. A empresa tem 120 dias para a conclusão da obra.

O Mirassol Conectada entrou em contato novamente com a assessoria de imprensa da Prefeitura e foi informado de que as informações solicitadas serão levantadas e respondidas em breve.

“Levantaremos as informações solicitadas e responderemos assim que obtivermos as respostas”, diz a resposta da assessoria.

Viaduto do Beija-flor está sem iluminação desde a entrega da obra, há quase dois anos (Foto: Divulgação/Câmara)