Entenda a importância dos hidrômetros para a economia da sua conta de água (Foto: Divulgação)

O hidrômetro, popularmente conhecido como relógio de água, é um medidor de volume que registra a quantidade de água usada em um imóvel. Ele torna-se grande aliado da população, pois permite que a medição seja certeira, além de ajudar na conscientização sobre a importância do uso racional da água.

Importante entender um fato: assim como carros, celulares ou as tvs, os hidrômetros possuem engrenagens que sofrem desgastes ao longo do tempo, por isso a recomendação do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) é que a troca seja realizada a cada cinco anos.

Para garantir uma precisão exata, a Sanessol, empresa do Grupo Iguá e Aviva
Ambiental, deu início à nova etapa da troca sistemática dos hidrômetros, seguindo as exigências do contrato de concessão.

Esse trabalho é gratuito para o cliente. Se o hidrômetro estiver do lado de dentro do imóvel, é necessário que o morador autorize a entrada do colaborador devidamente uniformizado. Nos casos de caixa padrão, ou seja, com acesso pela calçada a troca acontece de forma imediata. Depois da execução do serviço, o cliente recebe uma carta explicando sobre a importância da substituição e espaço com identificação das marcações dos números do hidrômetro antigo e do novo.

Durante as visitas, surge um fato curioso. A principal preocupação dos clientes é:

O hidrômetro novo colabora para o aumento da minha fatura?

Fuja de fake news!

É mentira! Todo equipamento instalado pela concessionária tem segurança e qualidade comprovadas pelo Inmetro. Uma regra que vale para todos: quem utiliza mais água, paga uma conta maior, assim como em qualquer outro serviço (telefonia, energia, combustível ou supermercado). Além disso, um aparelho novo garante maior precisão na medição, detectando a quantidade exata de água que realmente foi utilizada pelos moradores do imóvel.

Fique de olho

Depois da troca, caso o cliente identifique alguma grande alteração no valor, é importante acionar a concessionária imediatamente. Se for detectado que essa modificação foi consequência de problema técnico do hidrômetro, ele será trocado e a conta será ajustada.

Agora, se o equipamento estiver normal, pode haver vazamentos internos. Atenção: a responsabilidade de consertos nas tubulações internas, ou seja, dentro do imóvel, é de responsabilidade do cliente.

Se o vazamento representar um aumento de consumo em pelo menos 100% da média dos últimos 6 meses em metros cúbicos (m³), ele pode requerer junto às concessionárias a revisão da fatura.

Para saber mais sobre este tema, leia a matéria. Saiba mais sobre o assunto acessando: https://igua.com.br/sanessol/noticias/de-forma-simples-sanessol-orienta-populacao-sobre-como-identificar-vazamentos.

Qualquer dúvida, entre em contato com os canais de atendimento:

Telefone: 0800 775 0195
WhatsApp: (17) 996342559
Loja de atendimento: rua João Caetano Mendonça de Almeida, 2005, no bairro São José, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h .
Site: www.igua.com.br/sanessol.

Dica de leitura: leia nos site da Sanessol uma matéria sobre a importância da padronização dos Hidrômetros https://igua.com.br/sanessol/noticias/sanessol-esclarece-sobre-a-importancia-da-padronizacao-dos-hidrometros.