Santo Arco Bar e Petiscaria (foto: Juliana Elias/arquivo MC)

O concurso Comida di Buteco tem lotado os bares participantes em Rio Preto e Mirassol, desde o início da competição, no dia 8 de abril. O aumento no movimento chegou a dobrar em alguns estabelecimentos gerando novas contratações e movimentando a economia local. São pessoas interessadas em provar os novos sabores, tomar uma bebida gelada e ajudar a escolher o melhor buteco do Brasil.    

Um dos atrativos deste ano é o preço. Todos os petiscos concorrentes têm o valor fixo de R$ 27, e as porções são bem servidas. Em Mirassol, o aumento no movimento tem mudado a rotina dos bares participantes. No Sr. Pastel, por exemplo, estreante na competição e administrado pela empresária Lígia Guerra, foram contratados novos colaboradores, adquiridas mais mesas, além de equipamentos para a cozinha. “Tivemos um aumento em torno de 60%, muito satisfatório”, afirma.    

Lígia é proprietária do Sr. Pastel (foto: Elton Rodrigues)

O espaço está participando da disputa com um prato de porção de 21 mini pastéis de costela gaúcha, cabitiã e requeijão. “Tivemos um aumento no bar bem significativo, entre 30% e 40%. Vendemos mais de 300 porções, mais de 25 por dia. Contratamos mais dois funcionários freelancers. Final de semana é o mais concorrido, o movimento está excelente. Estamos muito contentos com o concurso, muita gente ainda não conhecia o bar e agora já conhece. Inclusive, temos clientes retornando porque gostaram da casa. A participação no Comida foi muito importante para o negócio”, afirma um dos proprietários, Eduardo Alves de Lima.  

Outro participante de Mirassol é o Santo Arco Bar e Petiscaria, que está participando da disputa pelo terceiro ano. Neste ano o espaço está servindo a Coxits, que é uma porção de coxinha de frango com massa de batata e recheada com cheddar e muçarela. O movimento e as vendas aumentaram em 15% com o concurso.    

Proprietários do Santo Arco (foto: Elton Rodrigues)

Rio Preto  

Na vizinha Rio Preto, o Bar do Gordão, também estreante na competição, está servindo a bolinha de pernil, uma porção bem servida, que tem agradado quem experimenta: “o tamanho de cada bolinho tem agradado muito a clientela. Vimos o movimento aumentar em torno de 60% nos últimos, inclusive contratamos freelancers”, afirma Uriel Richard, proprietário da casa.  

Neste ano, o tema da competição é ‘Buteco Vive’, o que casa com o fenômeno da disparada nas vendas. A escolha se deve ao esforço, garra e superação que foram necessários ao comércio de forma geral para se manter nos últimos anos devido à pandemia. O segmento de bares e restaurantes foi um dos mais afetados – cerca de 30% dos botecos participantes do concurso em todo o Brasil tiveram suas portas fechadas entre 2020 e 2021.

No Fidélis Bar da Sombra, a disputa abriu três novos postos de trabalho e o bar teve um aumento no movimento de 30%. “Compramos mais mesas, aumentando a capacidade de atendimento e mesmo assim tivemos lotação nos fins de semana. Casa cheia e fila de espera para provar nosso croquete”, afirma o proprietário do estabelecimento, Márcio Fidélis.  

O Bar do Cidinho, na Anchieta, também registrou crescimento no movimento. “O petisco tem tido bastante procura, logo a casa também tem estado sempre cheia. Para dar conta da demanda, contratamos novos funcionários. O Comida di Buteco tem feito a diferença no segmento, é uma grande corrente do bem”, afirma Cleusa Helena dos Santos Adami, filha de Cidinho, o dono do estabelecimento.

Competição

Neste ano, Rio Preto e Mirassol participam com oito bares estreantes e oito veteranos da 12ª edição do Comida di Buteco – Edição Rio Preto, a competição mais amistosa e saborosa do Brasil. No total, são 14 estabelecimentos locais e outros dois de Mirassol. O concurso, que tem como missão transformar vidas por meio da cozinha de raiz, vai até o dia 1º de maio.  

Nesta edição, são quase 800 botecos disputando a eleição do melhor estabelecimento em todo o País. Serão 21 circuitos, distribuídos de Norte a Sul do Brasil.  

Competem pela primeira vez o Bar do Gordão, Boteco do Lima, Boteco do Marcinho, Buteco Du Gaúcho, Butekário Bar e Comedoria, Dok’s Fried Food, Khea Thai Restaurante e Bar e Sr. Pastel (Mirassol). Os veteranos, que já participaram de outras edições, são o Bar do Cidinho, Fidélis Bar da Sombra, Fino Sabor, Gambófa, Recanto do Peixe, Santo Arco (Mirassol), Santo Espeto Garagem e Skina do Ceará.  

Além do tradicional petisco, os bares também terão a oportunidade de participar do Desafio Seara, onde podem criar um prato com a linguiça calabresa da marca e do Desafio Incrível, em que a proposta é criar um prato à base de carne moída vegetal, da linha Incrível, também da Seara. Para beber, foi lançado o Desafio da Caipirinha Perfeita, em parceria com a 51.  

  Bares e petiscos participantes de Mirassol e Rio Preto:

•             Bar do Cidinho – Panelinha mix (Cestinhas de batata, com ragu de ossobuco, ragu vegetariano e molho campanha de cachaça)  

Bar do Cidinho (foto: Elton Rodrigues)

•             Bar do Gordão – Bolinha de pernil (Bolinho de pernil recheado com queijo mussarela, servido com molho de pimenta da casa e geleia agridoce de abacaxi com pimenta)

Bar do Gordão (foto: divulgação)

•             Boteco do Lima – Rapariga (Coxinhas da asa agridoce, queijo coalho com pimenta biquinho e molho)  

Boteco do Lima (foto: Elton Rodrigues)

•            Boteco do Marcinho – Lombinho caipira (lombo pré-assado e frito no tacho, servido com batatas rústicas servido com molho verde, agridoce e pimenta da casa)  

Bar do Marcinho (foto: Elton Rodrigues)

•             Buteco Du Gaúcho – Maria Bonita (Bolinho de cabotiã com carne seca, catupiry e maionese de beterraba)

Maria Bonita é o prato criado pelo Buteco du Gaúcho (foto: Elton Rodrigues)

•             Butekário Bar e Comedoria – Petisco supremo de frango (Filé de frango recheado, acompanhado de quiabo ou jiló)  

Butekario Bar (foto: Elton Rodrigues)

•             Dok’s Fried Food – Frango empanado ao molho asiático (Sassami de frango empanado e frito ao molho agridoce asiático com batata de corte rústico de acompanhamento)

Frango empanado ao molho asiático é o prato criado pelo Dok’s (foto: Elton Rodrigues)

•             Fidélis Bar da Sombra – Croquete aberto do Fidélis (Croquete aberto de mandioca com carne de porco)

Fidelis Bar da Somba (foto: Elton Rodrigues)

•             Fino Sabor – Barquinha de massa com recheio de grão de bico com carne desfiada e queijo ralado por cima

Barquinha de massa é o prato criado pelo Fino Sabor (foto: Elton Rodrigues)

•             Gambófa – Bolinha de milho com tilápia e provolone  

Gambofá (foto: Elton Rodrigues)

•             Khea Thai Restaurante e Bar – Bangkok (4 deliciosos espetos empanados com molhos especiais, sendo 2 espetos de costela bovina e 2 espetos de camarão com lombo moído)  

Khea Thai (foto: Elton Rodrigues)

•             Recanto do Peixe – Tilápia no espeto (Tilápia com muçarela no espeto, acompanhada de legumes e molho especial)

Tilápia no espeto é o prato criado pelo Recanto do Peixe (foto: Elton Rodrigues)

  •             Santo Arco (Mirassol) – Coxits (Coxinha de frango com a massa de batata e com cheddar e muçarela)

Coxits é o prato criado pelo Santo Arco (foto: Elton Rodrigues)

•             Santo Espeto Garagem – Kombinado (Kafta de 160 gramas carne angus bovina com pedaços queijo Emental, tempero sírio, feito na brasa com carvão russo defumada em essência de fumaça BBB, servida aberta no prato com cobertura de catupiry e alho frito)

Kombinado é o prato do Santo Espeto Garagem (foto: Elton Rodrigues)

•             Skina do Ceará – Carne de sol do Ceará (Porção de carne de sol acompanhada de salada de maionese com mandioca e farofa nordestina)  

Skina do Ceará (foto: Elton Rodrigues)

•             Sr. Pastel (Mirassol) – Porção de 21 mini pastéis de costela gaúcha, cabotiã e requeijão

Sr. Pastel Mirassol (foto: Elton Rodrigues)