imagem: Câmara de Mirassol

 

A Câmara Municipal de Mirassol deu início na noite de ontem (27) ao projeto ‘Vereador Mirim’. Os trabalhos legislativos começaram com a cerimônia de diplomação e posse dos jovens estudantes, que já fizeram a primeira eleição e decidiram a composição da Mesa Diretora Mirim para a legislatura deste ano.

A Mesa Diretora Mirim ficou formada pelos jovens Beatriz Escorcio de Carvalho (presidente), Roberto Luís Cardozo Junior (vice-presidente), Nathalie Ferreira Guedes (1ª secretária) e João Pedro Ribeiro Bossin (2ª secretário). De acordo com os cargos ocupados, eles serão apadrinhados pelos vereados que também estão na direção da Mesa: Marcão Alves, Walmir Chaveiro, Ademir Massa e Nardim Martinelli, respectivamente.

Os demais vereadores mirins também foram apadrinhados pelos outros vereadores, após realização de sorteio. A formação ficou definida da seguinte maneira: Higor G.D. Aleixo (padrinho Mineiro), Bruno Moneco Silva (padrinho Sérgio Leiteiro), Vinicius Scaliante dos Santos (padrinho Vanderlei Pinatto), Maria Isabele Borges e Souza (padrinho Beto Feres), Weverton Ramos Silva (padrinho Pedro Palma) e Eric Cassio de Campos (padrinho Daniel Sotto).

Além de familiares e amigos dos vereadores mirins, prestigiaram a 3ª Sessão Solene a presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Mirassol, Dulce Amendola, a diretora do Departamento Municipal de Educação, Célia Paiola, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Mirassol, Marcos Roberto Sanchez Galves, o diretor da Uniesp, Marco Antonio Ferreira Matheus, e o presidente do Lions Club de Mirassol, Carlos Roberto Rodrigues.

Reunião em junho

Após agradecer aos votos recebidos e destacar a importância de integrar o projeto Vereador Mirim, a presidente mirim Beatriz Escorcio de Carvalho convidou os colegas vereadores para a 1ª Sessão Ordinária. A reunião está marcada para o dia 24 de junho, às 18h, e será transmitida ao vivo, pela internet, pelo site e Facebook da Câmara de Mirassol.

Escolas participantes

Estão participando do ‘Vereador Mirim’ escolas públicas e privadas de Mirassol. São elas: E.E. “Prof. Edmur Neves”, E.E. “Genaro Domarco”, E.E. “Anísio José Moreira”, E.E. “Tufi Madi”, E.E. “Profª Iria Barbieri Vita”, Colégio “Artemaior”, Colégio “Abrahão Naime – COOPEM”, Centro Educacional “Espaço Mágico”, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Mirassol (Apae) e a Etec “Prof. Matheus Leite de Abreu”.
Cada escola possui dois representantes, sendo um indicado à vaga efetiva e outro para suplente. Conforme determinação da Resolução nº 242/2019, que criou esse projeto, os vereadores mirins devem estar matriculados no ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, com exceção dos alunos da Apae e da Etec.
Essa iniciativa do Poder Legislativo, que é de autoria do presidente Marcão Alves, tem como objetivo promover a cidadania com a participação efetiva e democrática dos jovens mirassolenses na vida política da cidade. Com isso, permitir que os estudantes possam compreender as funções de um vereador e venham a contribuir com o desenvolvimento do município.

Convocação

Desde o início deste ano, a Câmara Municipal enviou ofícios a responsáveis por escolas da cidade para apresentar o interesse em criar o Projeto Vereador Mirim. Durante esses primeiros meses, foram discutidas sugestões e meios de desenvolver e viabilizar o projeto, antes de ser enviado à apreciação do Plenário.