Dizão (foto: arquivo pessoal)

 

Morreu ontem, domingo, 3 de maio, o ex-vereador Edilson Luiz de Oliveira, conhecido popularmente como Dizão. O homem tinha 52 anos e morreu após complicações em decorrência de um acidente de trânsito ocorrido no início do ano. De acordo com familiares, no dia 31 de janeiro ele estava seguindo de moto para sua casa quando foi atropelado por um carro. Na ocasião ele acabou fraturando o fêmur e o tornozelo esquerdos, as costelas do lado direito, além de sofrer um traumatismo craniano.

Ele deu entrada no Hospital de Base de São José do rio Preto ainda consciente, porém um coágulo na cabeça descoberto dias depois agravou sua situação. Ele precisou passar por duas cirurgias e depois do procedimento não acordou mais. Com a saúde debilitada ele desenvolveu outros problemas como pneumonia, problemas renais e uma úlcera na lombar. A família afirma que o homem foi vítima de erros médicos e muito descaso.

Dizão ficou em coma desde então e como sua situação era crítica, a família chegou a criar uma vaquinha online para levantar recursos para montar um quarto especial para que ele pudesse receber todos os cuidados que demandava em casa, mas ele acabou morrendo antes de receber alta do hospital.

Edilson Luiz de Oliveira foi vereador em duas legislaturas na Câmara de Mirassol, de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012, além de permanecer como suplente de 2017 a 2020. A Casa de Leis publicou uma nota lamentando seu falecimento.

O velório dele será realizado a partir das 13 horas desta segunda-feira (3), no auditório do legislativo. A visitação será restrita para evitar aglomerações, respeitando as normas sanitárias de prevenção contra o novo coronavírus. O enterro está previsto para às 16h30 no Cemitério Municipal.