Um furto em plena luz do dia no bairro Parque dos Ipês 1, em Mirassol, deixou os moradores perplexos com a ousadia da ação, que foi toda filmada. Câmeras de segurança registraram a movimentação de dois homens, que entram na residência pulando o muro por um terreno baldio, por volta das 12h30, posteriormente eles abrem o portão, estacionam um carro Chevrolet/Celta na cor branca em frente à casa e saem carregando diversos itens, após terminarem um deles ainda fecha o portão antes de irem embora.

De acordo com a vítima Naicon Henrique, a porta da casa é de blindex e por sorte estava destrancada, caso contrário ele acredita que os autores teriam quebrado para poderem entrar. Os criminosos reviraram todo o local, usaram os banheiros deixando os cômodos todo sujo, levaram refrigerantes e carnes que estavam na geladeira, além furtarem diversos objetos de valor. Entre os itens que subtraídos estão eletrônicos como notebook, televisor, caixa de som, dois relógios, perfumes, capacete de motocicleta e dois botijões de gás de cozinha.

 

O proprietário registrou boletim de ocorrência nesta segunda-feira, 27, na Delegacia de Polícia de Mirassol. Ao puxar informações sobre a placa do veículo no sistema, foi constatado que o mesmo também havia sido furtado nas imediações do centro de São José do Rio Preto. O carro foi abandonado depois do crime sem combustível, na cidade vizinha, sem o estepe e sem o som. A proprietária é moradora de Rio Preto e já foi localizada.

Em contato com o investigador Nelson Freitas, da DP, ele explicou que fazia tempo que não ocorria esse tipo de crime em Mirassol e que além dessa outra casa também foi furtada no domingo no mesmo bairro, provavelmente pelas mesmas pessoas. Freitas acrescentou também que os responsáveis pela ação não estavam utilizando máscara, o que deve facilitar as buscas da polícia. O crime segue sendo investigado.

Foto: reprodução/arquivo pessoal

De acordo com o policial, o acesso aos bairros localizados na região norte da cidade são alvos fáceis por ficarem próximos à pista e por terem pouca movimentação, já que muitos moradores trabalham fora e muitas casas ainda estão em construção ou não estão ocupadas.

Outros crimes que também estavam preocupando a população estavam acontecendo em construções, um grupo responsável por furtar quatro betoneiras em Mirassol foi preso recentemente em Rio Preto.