Boas notícias para quem é amante de games, o imposto sobre produtos industrializados, IPI, foi reduzido conforme o decreto de lei 10.553, publicado em 26 de Outubro de 2020.

Na prática, isso significa que os grandes fabricantes de consoles como a Sony, Microsoft e Nintendo sairão beneficiados, mas quererá igualmente dizer que os amantes de games vão poder usufruir de consoles mais acessíveis?

 

O que muda na prática para consoles como a Playstation 5, a Xbox Series X/S ou a Switch?

 

Até agora existem boas e más notícias, as más é que a gigante Nintendo ainda não alterou os seus preços, as boas notícias é que a Sony e a Microsoft já saíram anunciando uma redução de valores.

 

Isso significa que os preços caíram a pique?

 

As alíquotas para consoles foram reduzidas para 30% (anteriormente estavam em 40%) e para 22% (contra os anteriores 32%) para acessórios e partes de consoles. Já no caso dos consoles com tela incorporada como acontece com a Nintendo Switch, o IPI baixou para 6%, mas tal não significou como já percebemos uma descida dos preços dos seus consoles, pelo menos até agora.

 

Apesar destas descidas, a redução de preços anunciada pelos fabricantes não acompanhou de forma proporcional. No caso da Sony, a diminuição se deu em 300 reais e entre 200 e 400 reais no caso da Microsoft, o que já seria de esperar visto que a redução do imposto se dá a nível dos fabricantes e não nos revendedores, que são livres de passar ou não estas reduções para os seus produtos.

 

Vale ou não a pena adquirir um console agora que o IPI reduziu?

 

Analisando de perto o mercado de consoles do Brasil, é possível perceber que este ainda se situa longe de outras realidades mundiais. O observatório de Games anunciou que o Brasil ocupa a 13ª posição em termos de mercado de gamer, o que se traduz numa receita anual de 1,6 bilhão, número 20 vezes menor que o líder mundial, os Estados Unidos.

 

Por outro lado, a mesma fonte revela que o setor das plataformas móveis como os celulares e tablets tem gerado uma receita anual de 36,9 bilhões anuais, superando largamente os consoles e ficando inclusive à frente dos games de PC, que geraram 35,7 bilhões no ano de 2019.

Esta tendência é facilmente verificada em plataformas como a White Lion, a Unique Casino ou a Lucky 31 a apostar cada vez mais em games para celular. Estas plataformas de cassino online estão otimizadas para celulares e disponibilizam aos usuários máquinas caça-níqueis, roleta, poker ou Bacará que antes eram jogados na versão desktop.

O fato do mercado de consoles ainda não ter uma expressão tão grande no mercado brasileiro faz com que as empresas não tenham grande incentivo para baixar os seus preços. Baseado na lei base da economia da oferta e da procura, se a procura não é suficiente, a oferta terá um valor mais alto.

 

Este fato leva a crer que será melhor aguardar um pouco até decidir comprar um novo console. Segundo a estatística, o preço tem uma maior queda cerca de um ano após o seu lançamento, então talvez possa ser uma boa ideia esperar sempre que haja um novo lançamento.

 

Para quem não conseguiu esperar e adquiriu um console antes mesmo do imposto IPI sofrer uma redução, pode pedir um reembolso da diferença paga, sendo que ficará a cargo do varejista realizar essa comunicação com o consumidor.

 

Se foi este o seu caso, o mais provável é contar com um reembolso através de ‘cashback’ ou através de vale-presente, de modo a garantir que essa diferença seja igualmente gasta no mesmo local.

 

Em todo o caso, entre em contato com o seu varejista e entenda como será realizado o reembolso.

 

Porque baixou o imposto IPI para consoles

 

Quando o governo decide baixar este tipo de imposto é um incentivo claro ao consumo. Uma vez que o Brasil ainda tem muita margem para explorar a indústria de games e consoles é do interesse das empresas e do governo que a compra seja estimulada.

Os amantes de consoles podem esperar que o mercado traga preços mais competitivos nos consoles e acessórios.